Meme do Dia Z

Este post é uma obra de ficção coletiva chamada “meme dia Z”. Como mostro no texto, os “infectados” são o Nitro e o Talude.

É engraçado como de uma hora para outra você deixa de ser o professor esquisitão para ser o sabe tudo sobre alguma coisa. Até uma semana atrás eu era só um professor de filosofia procurando que internet móvel ia colocar no computador da minha esposa. Hoje eu sou o chefe de segurança interino das forças combinadas de defesa do gama e entrono. Ou simplesmente sou o cara que manda no esquadrão mata zumbi.

É estranho pensar que passamos de defensiva para ofensiva apenas com algumas dicas estratégicas e boa comunicação. Tenho de agradecer aos novos rádios do governador e aos caras do BOPE-DF que entenderam rapidinho como dar cabo dos zumbis com armas e sem armas. Com eles pude organizar uma defesa funcional contra as hordas de mortos-vivos. Atualmente temos controle total sobre o setor central do gama, 30% do setor norte e 40% do setor sul – incluindo o nono batalhão de polícia militar.

A situação é estável e razoável, mas tende a piorar assim que este alerta for ao ar. Temos uma área segura, toda a comida de residências, restaurantes e supermercados foi confiscada pela polícia e esta sendo dispensada aos poucos, parcimoniosamente, entre a população sobrevivente que pela última contagem (terça-feira) deu 23.522 pessoas. Qualquer pessoa capaz de segurar uma arma de impacto e com um mínimo de treinamento físico e senso de equipe esta convocada à lutar. Pena que não tenha sobrado nenhum técnico de futebol na região que realmente saiba o que está fazendo.

Estamos racionando água e combustível. As equipes de assalto têm sempre a mesma estratégia para limpar uma área. Primeiro passa um rolo compressor para esmagar os zumbis. O caveirão vem depois, adaptado com 4 ninhos de atiradores em cima. Depois vêm os jeeps com armamento leve e por fim, a tropa de choque num ônibus modificado. Os ataques são fortes e tem como objetivo dispersar ondas de mortos vivos.

A partir de domingo o projeto dos carros de som estarão em funcionamento. A idéia é simples, e o projeto piloto provou funcionar bem. Um carro de sim, tocando música bem alto atrairá todo o zumbi nas redondezas capaz de ouvir alguma coisa. Vamos tentar atraí-los para um local cheio de bombas que ainda esta sendo preparado pelos especialistas em fogos de artifício. O objetivo é explodir em chamas, para que não sobre nada do lugar.

Os médicos são os mais resistentes aos métodos de salvamento. Amputações e antibióticos experimentais garantiram que 4 dos 23 pacientes mordidos por zumbis sobrevivessem. Qualquer pessoa mordida por um zumbi deve ser amarrada e levada imediatamente ao médico mais próximo.

Sei que o meu texto colocado assim limpo e pensando faz parecer que as coisas são simples. Não são. Apesar da minha esposa e filho estarem bem vi dezenas de companheiros tombarem em batalha e à noite, impreterivelmente, sou acossado pelos rostos daqueles que não pude salvar. O meu MSN continuará ligado a internet, via rádio. Não sei quanto tempo poderei continuar transmitindo. Tenho certeza que o Talude e o Nitro estão por aí, em algum lugar, vivos. Ambos tem esposas/namoradas. Foi isso que me manteve vivo.

Bom, é isso. Somos uma free zone. Provavelmente a última do DF. Estou tentando contato com o Fred, mas não consigo. Sei de outros pontos do Brasil, como o Morro da Fumaça que está se organizando também. Agora, se me dão licença, uma manada de zumbis acabou de romper a barreira de quadra 12 do setor sul. É perto demais daqui para não mobilizar tudo o que temos.

Anúncios

6 Comentários (+adicionar seu?)

  1. rsemente
    jan 07, 2009 @ 16:48:43

    O melhor foi: “uma manada de zumbis”
    Essa resitencia está muito boa, aqui não tem nenhum caveao, as coisas estão dificeis…

  2. Heitor
    jan 07, 2009 @ 17:46:59

    Bom, por enquanto estamos sobrevivendo em Juazeiro-BA…pelo menos, nós do centro da cidade, que isolamos (quase que completamente) com barreiras feitas de veículos e blocos de concreto, com rara incidência de mortos que conseguem furá-las. Também explodimos parte da ponte (que pena…recém-ampliada), para impedir que a “boa gente” da cidade vizinha (à outra margem) viesse nos devorar… No entanto, temos quebrado a cabeça pensando em um meio de nos apossarmos das caminhonetes pesadas da prefeitura, que seriam uma mão na roda para recolhermos suprimentos. O problema é que a dita-cuja se encontra em pleno centro comercial, e como era dia e ele estava cheio quando jogaram a bosta no ventilador…

    A situação está meio que controlada e os sobreviventes relativamente bem. Pelo menos ninguém parece ter enlouquecido (talvez tenhamos sobrevivido por que nós baianos já somos meio loucos) ou estar traumatizado (gravemente). Não contamos com nenhum contigente de policiais (parece que os fardados “sobraram”; conseguimos reunir algumas armas de fogo, mas os velhos facões e porretes lideram o nosso arsenal), logo estamos sendo governados pelo puro bom-senso (que temo que acabe em breve). Mas logo começaremos a fase das perguntas, e gente que tenha “podres” a esconder podem desencadear confusão…

    Fico atento a algum mero sinal de aeronaves, não apenas por esperança de resgate, mas por ansiedade em obter mais informações sobre a situação em outros lugares.

    Merda, e isso aconteceu logo na semana que ia passar na TV Madrugada dos Mortos! parece que alguém teve um presentimento. Enquanto temos energia, vou procurar informações na internet. Droga, parece que como já não bastava a crise econômica (que agora não vale nada neste país), vem uma praga gringa e f… com a terra da gente. Tomara que achem uma solução logo, ou que pelo menos a nossa comuna aqui continue firme e forte (sorte para os outros sobreviventes do país também!).

    Agora, só sobrou o velho jeitinho para nos ajudar.

  3. Trackback: d3system » DZSYSTEM - Holocausto Zumbi
  4. Heitor
    jan 15, 2009 @ 13:42:20

    Comunidade do Apocalipsse Z:

    http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=80675485&refresh=1

    Sobreviventes são bem vindos; zumbis, nunca! Hehe…

    Lembrem de “infectar” todos que já participaram do meme com ela.

  5. Trackback: Meme - Dia Z « Zona Neutra
  6. Gabriel
    fev 04, 2009 @ 17:38:47

    Droga, aqui em santo andré está um inferno, andar pelos condominios procurando comida e sobrevivente não está sendo nada fácil… Saudades da minha Esposa, e da minha filha… Saudades delas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: