Wizard High School: inscrições abertas a todos os magos

Estava revendo esses dias meus antigos manuais de Mundo das Trevas e Shadowrun. Ambos têm uma mecânica muito parecida (some atributos e perícias e role dados contra as dificuldades listadas). Também comecei a ler Harry Poter (sem sucesso, não consigo passar da parte da loja de varinhas do livro 1). O resultado disso é que eu acabei pensando num cenário meio Potter/meio mundo das trevas que por enquanto estou chamando de Wizard High School. A idéia é um mundo mais ou menos como o mundo das trevas onde os magos vivem em segredo. Quando chegam a idade certa todos os com potencial mágico são convidados para uma escola de magias à moda de Harry Potter, mas com tecnologia envolvida.

Dessa forma eu dividi a magia em dez estilos ou formas. Cada estilo é como se fosse uma matéria da escola (e na mecânica é tratada como uma perícia distinta). Um aluno aplicado poderia lançar alguns feitiços básicos nas dez áreas, ser bom em pelo menos duas e saber como tirar proveito máximo de pelo menos um dos efeitos avançados (no texto esses efeitos estão em itálico). Mas os jogadores – espero – não vão ser alunos normais.

As matérias são:

* Mente (Comunicação telepática, cura mental, ler pensamentos superficiais); Manipulação (Encantar, confusão, por para dormir) e Mentalismo (Rajada mental, ler memórias, plantar falsas memórias ou comandos).

* Crescimento (Cura física, acelerar cura, aumentar habilidade física); Cura (Curar ferimentos, curar doenças, regenerar membros) e Metamorfismo (Mudar aparência, crescer asas, guelras, mudar de tamanho).

* Força (Mover objetos, rajada cinética, deter movimento); Manifestar força (Mísseis mágicos, muralha de força, toque esmagador) e Telecinese (Usar armas a distância, levitar, voar).

* Matéria (Moldar objeto, estraçalhar, Mudar composição); Transmutação (Reforçar ou enfraquecer objeto, melhorar item, criar objeto) e Dar forma (Conjurar e controlar elementos, duplicar objetos).

* Sentir (Enganar sentidos, ampliar sentidos); Ilusão (Conjurar ilusões) e Percepção (Visão verdadeira, clarevidência, detecção).

* Fogo (Conjurar e controlar fogo); Dar forma ao fogo (Bola de fogo, muralha de fogo, conjurar fogo elemental) e Controle de calor (Esquentar os esfriar o alvo, resistir aos elementos, absorver calor).

* Espaço (Sentidos remotos, localizar objeto, manipular as probabilidades); Controle temporal (predizer o futuro, acelerar/retardar o alvo) e Teletransporte (Convocar item, teleporte em grupo, criar portal).

* Máquina (Animar, controlar ou desligar máquina ou mecanismo); Energia (Dreno, armazenar e direcionar energia, raio) e Tecnomancia (Enganar sensores, ler ou apagar arquivos, criar, controlar ou destruir golem).

* Entropia (Destruir vida, acelerar decadência); Necromancia (Criar e controlar mortos-vivos) e Demonologia (Conjurar/espantar demônios, extrair espíritos).

* Vácuo (Dissipar magias, suprimir magia); Moldar o vazio (campo anti-magia, escudo anti-magia) e Banimento (Destruir mortos-vivos, dissipar conjuração, devastar o mal).

 

Como um exemplo da flexibilidade dessas idéias, desenvolvi também alguns estilos de combate que combinam duas ou mais disciplinas. Essas são apenas sugestões: se você tiver mais alguma será mais que bem vindo.

Big Brother (Espaço + Sentir)

Não é exatamente uma arte marcial diretamente, mas pode ser usada para vigiar á distância com poucas chances de detecção. Alguns de seus praticantes podem desviar de balas (na verdade não desviam, eles “sabem” onde os projéteis vão bater e simplesmente saem antes do disparo).

 

Projéteis ampliados (Força + Matéria):

Esses magos usam a Matéria pata melhorar uma grande variedade de objetos (deixando-os mais pontudos, afiados, aerodinâmicos, etc.) e então usam a Força para acelerá-los na direção de seus alvos.

Familiar Ampliado (Mente + Sentir)

O mago desenvolveu algum tipo poderoso de construto, que ele é capaz de comandar com muita habilidade. Um dos tipos mais comuns é um elemental elétrico, apto para controlar uma grande gama de efeitos elétricos diferentes, tanto de ataque quanto de defesa. Poderoso, exceto por um detalhe: este construto não existe. Ele é apenas uma ilusão que o personagem projeto o tempo inteiro – o dano que ele causa não é elétrico e sim mental.

Fogo Primordial (Espaço + Fogo)

Este é simples e preferido entre muitos. Enquanto que o fogo é uma forma comum de ataque, aliado com portais ele se torna muito mais difícil de prever ou se esquivar.


Gigante de Ferro (Crescimento + Máquina)

O corpo humano é a mais extraordinária das máquinas, oleada após milhares de anos de evolução e sobrevivência. Mas, a sociedade moderna é um tipo diferente de selva. É uma selva de pedra e eletricidade crepitando com máquinas de plástico e metal. Magi-mechas, ciborgues e outros prodígios são possíveis por um pequeno preço (aqui os “olhos da cara” não são apenas uma expressão).


Arma viva (Crescimento + Força)

Ainda que mais associada com telecinese, a força tem outro efeito: aumentar ou reduzir a energia cinética dos objetos. Deter um golpe de espada ou arregaçar uma porta de aço com um simples gesto de mão é o que temos aqui.

 

Anúncios

9 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Nitro
    maio 03, 2009 @ 11:04:12

    legal,você pode adaptar aquele seu storyteller simplificado com esse material e fazer um rpg fechado! :)

  2. Renato
    maio 03, 2009 @ 23:47:10

    Gostei da ideia, algumas sugestões de técnicas pra combate ou não misturando esses caminhos, os nomes estão ruins, mas acho que da pra aproveitar alguma coisa =P

    Fogo Fantasma (Sentir+Fogo)
    Um caminho cruel e poderoso para magias de fogo, o alvo dessa técnica tem seus sentidos bloqueados para não perceber que está rodeado por chamas, ele não vê, percebe ou sente as dores das queimaduras enquanto o fogo consome seu corpo

    Ilusão viva (Sentir+Força)
    Você cria uma ilusão e depois cria um campo de força que torna a imagem “sólida”, podendo atacar ou agir como se fosse de matéria

    Possuir Máquinas (Máquina+Mente)
    Você não somente controla maquinas, mas pode mandar sua alma para dentro delas e controlá-las diretamente

    Objeto Espião (Matéria+Sentir)
    Você pode “encantar” ou criar um objeto especial, você poderá ouvir e ver tudo ao redor desse objeto enquanto o encantamento continuar

    Roubar Sentidos (Mente+Sentir)
    Pode criar um elo mental entre os sentidos de alguém e os seus, você poderá ver, ouvir e sentir tudo que o alvo fizer

  3. valberto
    maio 04, 2009 @ 00:45:38

    Fico feliz que tenha aproveitado alguma coisa, Renato.

  4. Hakma
    maio 04, 2009 @ 21:08:56

    Essa é uma daquelas idéias que faz agente dizer: “Putz, como eu não pensei nisso antes?”
    Gostei principalmente das classificações e dos “combos”.
    Só não gostei muito do Estilo do Fogo. Tá, fogo é muito legal e a bola de fogo tem 2001 utilidades, mas um estilo só pra fogo eu acho que não se justifica, mesmo levando em conta o calor(esquentar ou esfriar coisas). Poderiar incluir ele em formas de energias ou outra coisa parecida.

  5. Ágatha Guedes
    maio 05, 2009 @ 13:11:33

    Essa é uma daquelas idéias que faz agente dizer: “Putz, como eu não pensei nisso antes?” [2]

  6. Cavaleiros
    maio 05, 2009 @ 17:18:57

    Olá!
    Hahahahhaha… EU vivo pensando nestas coisas bizarras de misturar idéias e criar novas problemáticas RPGísticas (não que isso resulte necessariamente num problema XD). Sua idéia não é exatamente nova, mas a forma de ver as Esferas de Mago é (pq pra mim seus Estilos mágicos são as Esferas com uma visão diferente). Eu sempre fico pensando em como usar a dinâmica de Mago em um RPG que não seja necessariamente de Mago.

    O cenário tem potencial, só precisa ser lapidado. Acho que se você ler todo o 1º livro de Harry Potter pode ter mais e mais idéias interessantes, ou usar algumas também (por ser um livro de apresentação, serve bem para nos mostrar a visão dos magos da autora). Agora que sistema pretende usar de fato?

    Até and Bye…

  7. valberto
    maio 05, 2009 @ 17:53:22

    Por incrível que pareça, a minha idéia inicial era usar Mutantes e Malfeitores com todo mundo com NP 8. Mas dae o Nitro sugeriu que eu usasse aquela versão simplificada de mundo das trevas que eu bolei, que tb é legal. Vou amadurecer mais a idéia.

  8. Ágatha Guedes
    maio 08, 2009 @ 12:18:00

    Oi, tudo bom com você?
    Estou passando para avisar que comecei a atender os pedidos do post da crise pessoal lá do blog e o primeiro a ser atendido foi o seu, sobre o que fazer quando você for escalado para mestrar em cima da hora. Não criei um texto explicando bem a situação, mas resolvi tomar liberdade de expressão e entender seu pedido de uma outra forma. Espero que goste, abraços.

  9. Cavaleiros
    maio 08, 2009 @ 17:04:36

    Olá!
    Usa o Storyteller simplificado mesmo. M&M não é boa pra um cenário deste. XD

    Até and bye…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: