Os insetos zumbis.

Longshire, terceiro dia de Zenaro, bom ano de 1111 Depois do Cataclisma.

Caro Liean,

Li sua carta atentamente e acredito que encontrei a solução que precisa. O relatório segue abaixo.

A última guerra não foi apenas o maior evento bélico dos últimos duzentos anos. Mais do que isso ele modificou a face do mundo, devastando reinos antigos, criando alianças impossíveis e favorecendo o surgimento de novas nações.

Dizem os estudiosos que a última guerra também trouxe muitos benefícios para o mundo. Novas formas de metalurgia e produção em massa foram criadas, assim como o desenvolvimento de meios de transportes mais ágeis e seguros. Sem falar na evolução alquímica das poções de cura – afinal de contas um soldado ferido tinha de voltar com rapidez para o front de batalha. Mas duvido que isso possa servir de consolo para aqueles que perderam suas vidas ou para os sobreviventes que perderam tudo o que tinham – e quem sabe até mesmo um pouco mais.

Inegável realmente foi o desenvolvimento das armas alquímicas. Poções, elixires, plantas e animais modificados pela alquimia para fazerem um novo papel dentro do campo de batalha. E entre seus inventos não usuais estavam as larvas de inseto zumbi.

Estas larvas são o estágio inicial da vida das lagartas verdes – um grupo de insetos que devora folhas secas, carne podre e tudo o que esta em decomposição. São os lixeiros terrestres da natureza, fazendo o mesmo trabalho que os urubus fazem no ar. Fazendeiros costumar usar quantidades controladas desses pequenos devoradores para limpar as áreas de plantação depois da colheita.

Ainda em estágio inicial estas larvas são submetidas a um tratamento alquímico. Elas murcham, diminuindo de tamanho até ficarem com o tamanho e aparência de um grão de arroz. Dessa forma podem ser ingeridas como se fossem alimentos comuns. Uma vez em contato com o estômago da vítima a larva cresce quase que instantaneamente e começa a rumar para o cérebro. Lá ela o devora, assumindo o controle do hospedeiro. Uma pessoa assim infectada morre em questão de horas e poucos minutos após sua morte torna-se um zumbi… um Inseto zumbi.

Corpos animados desta forma não conhecem dor, medo ou qualquer traço de humanidade. Sua força é multiplicada várias vezes e eles saem em busca de armas e vítimas. Apesar de não conhecerem a dor eles podem ser mortos normalmente com golpes de armas comuns. O poder dos clérigos – famosos por afetarem mortos-vivos – não têm efeito sobre eles.  Com o corpo do hospedeiro sem condições de sustentar a lagarta, ela sai pela boca – embora relatos não faltem sobre outros orifícios menos usuais para tal escapada, tais como o local dos golpes que causaram a morte do hospedeiro. A lagarta zumbi procurará neste momento um novo hospedeiro, dando nele um certeiro golpe em busca de sua boca. Neste momento a lagarta deve ser exterminada ou o risco de novas infecções aumentará fortemente. Em alguns lugares recomenda-se inclusive que se queimem os corpos das vítimas.

Acredito que seu principal uso como estratégia militar é disseminar o caos nas cidades sitiadas, uma vez que os zumbis insetos não podem ser controlados por nenhuma forma conhecida. É uma arma nefasta que afeta indiscriminadamente civis e militares, espalhando o medo, a desordem e o terror.

Seu modus operandi é ainda mais sinistro, uma vez que qualquer pessoa pode ser o vetor deste tipo de arma. Um comerciante, um carcereiro, um professor, um soldado mercenário, ou mesmo um inocente órfão pode ter despejado estas terríveis sementes do caos em sua cidade. Não há, infelizmente, uma maneira de se rastrear o autor deste atentado.

Não se sabe ao certo que nação teria criado tal artimanha. Esta informação perdeu-se nas névoas da guerra, como tantas outras. Espero que o meu curto relato contenha as informações que precisa para lidar com os problemas que me descreveu, caro amigo. Sem mais, despeço-me.

Silas Nightword, escolar chefe da real biblioteca de Acre.

Inseto Zumbi

Forma de Lagarta:

Ataque +8

Teste de Fortitude, CD 25 para evitar a infecção.

Forma Zumbi:

M&M: Use o zumbi padrão de Mutantes e Malfeitores (livro básico)

D&D: Use o Zumbi humano padrão do Livro dos Monstros.

Adaptado da idéia original presente em Seiken no Blacksmith, ep. 003.

Anúncios

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Arquimago
    fev 18, 2010 @ 17:31:01

    Cara você está bem brilhante e criativo esses dias!

    Gostei da lagarta não se multiplicar, ai sim seria muito bizzaro e quase incontrolavel!

    Mas aposto que ia pegar alguns jogadores de surpreza!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: