O segredo era… GURPS

Meu chapa, você não se cansa de errar não?

Eu não me recordo de quem foi que recebi essa mensagem acima, se foi por e-mail ou se foi por ICQ ou MSN, ou por um SMS via celular. Sei que eu resolvi guardar o seu significado muito especial. Se eu erro, é porque pelo menos eu tento. Diferente de um bando de macacos de torcida que escrevem recados assim.

Então… o grande segredo da devir é o gurps 4° edição? Só com seis anos de atraso? Puxa, dessa vez a devir se superou. Eu mesmo já tinha escrito antes que o gurps estava morto no Brasil. Na época que escrevi aquelas palavras era de fato verdade e o sistema estava cada vez menos movimentado. Mas adivinha quem colocou a carroça para andar e colocou de volta no mercado o grups?

Não me leve a mal, caro leitor. Não tenho nada contra o GURPS. É um ótimo sistema para ser usado como referência. Guardo com muito zelo meus livros do sistema, todos voltados para a edição anterior a esta, como material de referência. Mas eu me pergunto se realmente existe espaço para um livro como o gurps nos dias atuais?

Tenho depoimentos de alguns amigos que trabalham em lojas de RPG que dizem que não há mais espaço para o sistema no Brasil. Sem uma revista que sustente e faça promoção do material GURPS vai ser apenas mais um livro nas prateleiras. A não ser, claro, que a Devir tenha um plano de marketing contingente neste sentido, o que, observando o histórico da companhia, eu duvido.

Você vai comprar o livro? Eu não vou. Tenho mais sistemas aqui em casa do que realmente sou capaz de jogar. Se é para dar suporte a alguma coisa nova seria na tradução do Shotgun Diaries ou na divulgação do Mighty Blade.

Anúncios

23 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Arquimago
    jun 22, 2010 @ 21:19:34

    Eu acho que vou comprar apesar de estar na situação que você de ter muita coisa para jogar.

    Mas porque seus amigos tem essa opinião?

  2. Nume Finório
    jun 22, 2010 @ 21:29:14

    Opa,

    Cara, eu JÁ traduzi o The Shotgun Diaries pros meus jogadores. Não espalho porque seria pirataria, mas já que tu tem, se quiser me chama no MSN que te passo.

  3. anaobatedor
    jun 22, 2010 @ 21:32:56

    Particularmente tb não me interesso mas por Gurps , ate pq tenho M&M.

    No maximo que compraria de Gurps é algo voltado para Cyberpunk pois não tenho material desse tipo e sinto falta de material desse tipo.

    No mas sempre vai existir extremistas da mão esquerda que acham que Gurps vai reinar depois de ter tantos sistemas genericos:

    http://www.paragons.com.br/habemus-gurps-4e/comment-page-2/#comment-10871

  4. valberto
    jun 22, 2010 @ 21:59:49

    Anão,

    é o lance… se eu fosse fã eu também ficaria feliz.

  5. anaobatedor
    jun 22, 2010 @ 22:10:35

    Valberto , eu particularmente estou rindo desses caras inclusive do Mr.Pop que ate um tempo atras eles pregavam que M&M é um sistema altamente generico e como da agua para o vinho em apenas um post , so faltou me bloquear pq falei a verdade no post deles lá.

    Não sou um troll e nem quero puxar brigas, só não gosto de ver pessoas usando um sistema ou alguma coisa(talves pessoas) que por um tempo prestava e depois começa cuspir no prato que comeu. Posso dizer que isso se chama falsidade???Vestiam a camisa de que M&M era isso era aquilo??? Faziam ficha ate pra mickey mouse??

    Nada contra o sistema como disse se a Devir lançar algo relacionado ao Cyberpunk eu compro, o que não me conformo é a falsidade alheia.

  6. anaobatedor
    jun 22, 2010 @ 22:12:47

    Ah sim pra fechar o assunto, acho que o Paragon caiu em uma das suas materias sobre imparcialidade de noticias.

    Clareza com os leitores é tudo.

  7. Tio Lipe "Cavaleiros"
    jun 22, 2010 @ 22:32:46

    Olá Valberto!
    Tempão que não comento aqui… Pois bem, eu sou fã de GURPS e nunca mais narrei pq meus jogadores não gostam por mero preconceito. Até tentei fazê-los crer que o sistema é bom e divertido de usar, mas a cabeça fechada demais do pessoal que joga hoje RPG (que joga comigo, pois é so D&D 4ª ed pra lá e pra cá) atrapalha as possíveis experiências.

    Eu sinceramente quero este livro. Estou cansado de ver no mercado livros de D&D (ou d20) e do Mundo das Trevas para os jogos mais “clássicos” (por sinal nunca mais os comprei e quero distância). Concordo contigo que focar o Shotgun Diaries (que ouvi falar muitíssimo bem) e o Mighty Blade (um sistema ótimo e leve para as fantasias medievais) seriam idéias bem interessantes, mas para o primeiro prefiro que qualquer editora exceto a Devir o “pege” e o segundo é independente, dependendo apenas dos blogueiros a divulgação (e o mercado independente e free está saturado! Tem coisa demais).

    Até and Bye…

  8. Gilson • propaganda RPG
    jun 23, 2010 @ 00:13:35

    Comprarei, apesar do meu afastamento com as regras. Posso voltar à elas ou usar o sistema como referência para meus sistemas amadores.

    Será que vão demorar outros tantos anos para o necessário livro 2?

    Gilson

  9. Alexandre Fnord
    jun 23, 2010 @ 09:25:08

    Eu vou comprar sim, e vou usar em minhas mesas. Meus jogadores de D&D ficarão orfãos ou terão que aprender a mestrar entre eles.
    Não tenho problemas quanto aos outros sistemas, mas sempre achei GURPS mais interessante que os outros.

    Como o Valberto disse em seu comentário, o importante é que quem é fã, adorou. Quem não é fã, mas curte uma boa divulgação de RPG, deve ter gostado por ser uma possibilidade a mais. Quem definitivamente não gosta do sistema, não ‘tá’ nem ai, por achar que não tem espaço para GURPS no mercado do Brasil. Enfim, todos temos opiniões e elas devem ser respeitadas.
    Nem sempre se concorda, mas se deve respeitar…

    @anaobatedor: acho que tem um detalhe que você deve analisar, quando da sua posição quanto ao post no Paragons. São muitos colaboradores no blog. Uns concordam, outros não. Como você pode ver no twitter e em outros meios, o Pop não gostou do anúncio de GURPS, mas também não comentou, sobre isso, no post em questão. Você não deve, na minha opinião, criticar o blog por gostar do anuncio de GURPS.

    Mas tudo isso não passa de minha opinião. Afinal, cada um tem a sua…

  10. Ellayne
    jun 23, 2010 @ 10:59:05

    Eu vou comprar, mesmo que não jogue nunca mais no sistema só pelo fato de ser um milagre que tornou-se realidade!

  11. Dan Ramos
    jun 23, 2010 @ 14:02:21

    Que feio, anão batedor… Que feio. Aponta aí um artigo em que eu ou o Shingo ou o Pop falamos isso tudo que cê diz aí. Procura a definição de troll e você vai ver como se encaixa nela.

    Valberto, não sei se vc viu, mas lá no site do anúncio o Otávio diz que ele acredita no GURPS e animou pra lançar. Me parece que foi daqueles produtos encalhados que chega um editor novo e bota pra frente. Enfim, não sei como são as coisas lá, então fico só no achismo mesmo. =P

  12. D.Darkangellus
    jun 23, 2010 @ 15:32:24

    Anão Batedor,
    quem mais aprecia o sistema M&M no Paragons sou eu, o irmão do Dan (que atualmente está fazendo as fichas da Liga da Justiça), e o Tio Nitro que tem diversos artigos sobre o sistema.

    Essa questão de “clareza com os leitores” é, digamos, estranha quando você olha um post sobre determinado assunto e acredita ser a opinião do “Paragons” (no geral) quando apenas é a opinião de um membro.

    Por ex: O PoP odeia D&D 4E, o Shingo estava jogando/testando e eu acho somente um outro tipo de sistema, mas que está longe de ser um de meus preferidos.

    Em nenhum momento no post ou nos comentários alguém desmereceu os trabalhos ou o sistema (M&M), somente estamos divulgando finalmente um outro lançamento da Devir, além de D&D e Storytelling.

  13. valberto
    jun 23, 2010 @ 23:38:32

    Olha Dan, eu não entro com frequencia no site da devir… lá não tem nada ou quase nada que me interessa. Mas se o Otávio resolveu dar um rise dead no GURPS ele deve ter visto algo que eu, particularmente, não vi.

  14. Dan Ramos
    jun 24, 2010 @ 00:14:03

    Pois é rapaz, fico curioso com os motivos dele. Ele até explica lá no post em que divulga o lançamento, mas não diz o que exatamente o fez tirar o sistema do limbo. Talvez ele estivesse tentando convencer os figurões da Devir a finalmente acreditar no projeto, sei lá. Enfim, como vc mesmo disse, pelo menos os fãs do sistema vão comprar ou dar apoio =D

  15. anaobatedor
    jun 24, 2010 @ 16:00:04

    Dan Ramos em nenhum momento eu falei que sou contra o sistema Gurps a minha bronca lá no Paragons foi que depois de anos(sei lá 5 ou 6 anos) é que vão anunciar a sua chegada aqui no Brasil, a 4 edição.

    Eu já vi o sistema quanto joguei é interessante porem com esse atraso de tempo todo não me faz falta. Se eu fiquei durante esse tempo todo sem ele pra que vou querer ele justamente agora ???

    Nesse meio tempo M&M preencheu a lacuna vazia deixa pelo Gurps e agora não tenho necessidade algum dele aqui. E olha só Valberto tb acha a mesma coisa.Por isso me identifiquei com o artigo dele e o que ele escreveu aqui.

    Agora Shingo chegar e me falar que CoC é concorrencia direto de WoD e que esse titulo no Brasil não é importante , ai já estão insultando a minha inteligencia , sem contar a tamanha asneira falando que M&M não é suficientemente generico o bastante.

    Ai pra mim é demas pra minha cabeça, e ainda se considera um jogador veterano no ramo????

    Se fosse Pathfinder com D&D 4 edição ai tudo bem isso que é concorrencia , agora CoC ser concorrente de WoD????? E gurps é mas importante que CoC…. Isso tudo e demas pra mim. Repito não tenho nada contra Gurps porem época errada pra lançarem.

  16. Shingo Watanabe
    jun 25, 2010 @ 21:17:38

    Anão Batedor,
    me explica o porque segundo o seu raciocinio Call of Cthulhu não é concorrente do World of Darkness e Pathfinder é concorrente do D&D 4e. Sério. Porque falta um minimo de coerencia neste seu argumento. Se um RPG é de Fantasia e o outro tbm eles são concorrentes, agora se um é de Horror e o outro também é eles não são?

    Se você não acha o lançamento de GURPS interessante como jogador porque M&M supriu este espaço. Bacana, abraços e um tapinha nas costas para você. Muitas pessoas pensam como você. O que você esquece é que M&M é da Jambô e GURPS será lançado pela Devir. Para você Call of Cthulhu é mais interessante, agora para a Devir não é. Simples, só precisa de um pouco de esforço mental: O M&M supriu a necessidade de genéricos no Brasil e é da minha concorrente, ele esta crescendo no mercado. Eu tenho uma licença de um sistema genérico, que tem história com o público brasileiro e como empresa tenho que deter este crescimento. Já sei vou lançar Call of Cthulhu para fazer isto. Parabéns sua linha de raciocinio merece aplausos.

    E outra coisa: EU não gosto de M&M. Não gosto, não me serve, tenho todos os livros. Joguei, Mestrei, não rolou, me perdoe pelo pecado. Agora dizer que meu blog, que tem mais 13 outros autores é falso porque EU não gosto de M&M e outros autores gostam é no minimo superficialidade no raciocinio.

    Resumindo: Para você M&M é o genérico perfeito, para mim não; para você no Brasil CoC é mais importante para o mercado do que GURPS; para mim e para a Devir não; para você eu sou fanboy de GURPS e você não é de M&M, depois de ver a algazarra que vc esta fazendo a única coisa que eu tenho que fazer é negar ambas as afirmações.

    Abraços cara. E se vc esta tão frustrado com a vinda do sistema para o Brasil, o email do Otavio é Otavio@devir.com.br, ele não tem nada a ver com o Paragons. Direcione sua fúria para ele.

    E que diabos é um extremista da mão esquerda??

    Valberto, me desculpa cara, mas não dá. O cara vem no seu blog, aponta para o meu site e me critica de uma forma injusta, me chamando de extremista? Como assim? Tentei manter o nível o mais alto possível. Se eu me excedi sinta-se a vontade para editar.

    Abraços

  17. valberto
    jun 25, 2010 @ 22:52:15

    Eu juro que só me meto se o nível baixar. Aqui não é a lista de blogs, vcs sabem…

  18. anaobatedor
    jun 26, 2010 @ 12:06:24

    Shingo vamos por partes: Pathfinder foi criado para suprir a carencia dos jogadores orfans da 3 edição. Basicamente a Wizard deu um chute na bunda da 3 edição e como vc sabe Wizard adora queimar suas ediçoes anteriores. Então Cremos
    que Pathfinder veio para concorrer com a 4 edição mesmo que ele esteje nas entre linhas e mesmo na camaradagem toda, ele estar lá pra concorrer com a 4 edição. Este é o proposito do Pathfinder ele foi criado para isso. Se vc reparar tb Pathfinder usa o sistema da 3 edição e como
    todos nos sabemos a 3 edição com a 4 edição os sistemas são totalmente diferentes ate mesmo os proprios jogadores argumentaram em unisom que D&D não era mas D&D. Eu acho que vc ja sabe disso.
    Quanto ao WoD e CoC é semelhante , veja apesar dos dois serem de terror cada um tem suas peculiaridades quanto ao sistema , sem contar que CoC ta desde que me conheço por jogador de RPG já vem sendo prometido aqui no Brasil faz
    tempos. Se vc reparar nos blogs todos os comentarios dos jogadores tb foi unisom “Queremos CoC” ta lá pra vc pesquisar e ver. Quanto a sua pergunta o que um tem diferente do outro , simples apesar de CoC poder rodar em
    WoD como o Tio Nitro mostrou em suas campanhas , ainda ele possui um charme em seu sistema de ser ele o unico. Reconheço que ele realmente pode rodar em WoD , mas ainda ele tem particularidades do seu prorpio sistema.

    Agora te pergunto me de um exemplo de realismo que no Gurps dar pra fazer mas em M&M não de pra fazer??? No meu ponto de vista tudo é uma questão de interpretação e regras caseiras como o Tio Nitro fez com CoC rodar em WoD.

    Como vc citou ai vc não gosta de M&M , logo cremos que vc não foi a fundo na questão ao ponto de disecar completamente o sistema. Logo como se vc não foi totalmente a fundo no sistema vc pode me dizer que M&M não é suficientemente generico ou realista????

    O que vejo em vc é falta de interpretação toda cara. OK vc não gosta de M&M , mas não pode chegar e dizer que ele não se pode tornar realista. Basta o mestre e os jogadores querer.

    Sobre o que vc falou de Gurps ser mas importante que CoC veja pelos forum os jogadores comentando ,veja por exemplo em baixo da noticia de lançamento na rederpg da frustação das pessoas, todo mundo pensando que era CoC, e ninguem aprovando ou acreditando que era Gurps. Aceitaram mas ficaram com um pé atras do tipo “É melhor Gurps do que nada”.

    Agora fica ai pra vc refletir.Tudo estar escrito por ai e tudo estava a favor de CoC o povo quer CoC e isso vc não pode negar.

  19. anaobatedor
    jun 26, 2010 @ 12:14:24

    Só vou deixar claro o seguinte que quem ta dizendo que sou eu que to falando as coisas , engana-se Shingo vc estar colocando palavras na minha boca.

    Veja o povo comentando na rederpg por exemplo. Todos estavam querendo CoC. A rede é um exemplo do que estou falando sobre os jogadores. Não vou postar outros blogs com comentarios semelhantes. Mas abaixo nesses 3 links dar pra perceber que CoC é mas importante.

    Quando falo não se baseia na minha opinião e sim do que li pela net e vi. Ao contrario de vc.

    http://www.rederpg.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=7096

    http://www.rederpg.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=6932

    http://www.rederpg.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=6922

  20. Gilson • RPG • Educação
    jun 26, 2010 @ 15:12:39

    Concordo com o Shigo. Parece ser um receio do avanço do M&M. Fnrod.

    Gilson

  21. Gilson • RPG • Educação
    jun 26, 2010 @ 15:16:41

    Concordo com o Shigo. Parece ser um receio do avanço do M&M. Fnord.

    Gilson

  22. Marcos
    jun 27, 2010 @ 14:02:20

    Não só vou comprar o livro, como vou incentivar meus jogadores a comprarem. Quem gosta de GURPS tem paixão pelo sistema, sei que farão uma boa divulgação.

  23. Vieira
    set 30, 2011 @ 17:48:42

    Eu não vou comprar o livro em português porque comprei os originais, SEIS ANOS ATRÁS, assim que o vi em uma loja aqui em Porto Alegre. Uma encadernação sem igual, digna da importância deste sistema. Esperar pela Devir para jogar GURPS… é perder tempo precioso.

    Esse lançamento do GURPS 4ª Edição pela Devir é um soco no rim. Pode lançar todos em português que eu não vou comprar nenhum. Prefiro pagar taxa de importação e envio para os americanos do que comprar o livro de uma editora que apesar de sempre ter os direitos de lançamento segurou até matar o GURPS à míngua no Brasil. A Devir que pegue toda a tiragem e guarde (pra não dizer outra coisa). Que vergonha!

    Fora a encadernação, que é uma piada de mau gosto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: