Kant e a liberdade

Nos seus escritos de ética, Kant vai mostrar claramente as partes que constituem sua teoria, ensinando-nos sobre a antropologia moral e uma sua parte, à saber, a educação como condição de possibilidade para uma vida ética.

Na Crítica da razão pura já é possível constatar sua preocupação com as questões referentes à educação. Questões que vão ser imensamente caras a ele e que serão retomadas muitas vezes em sua obra. Nela lemos sobre os efeitos nocivos e a desordem que uma má educação ou que a falta de cultivo em um homem são capazes de introduzir na sociedade. Em uma passagem, Kant nos ensina o que é filosofar, aprender e pensar com autonomia.

A apresentação da equipe iniciou-se com a discussão acerca doa fundamentação metafísica da ética kantiana, como a possibilidade de uma lei moral universal. A melhor forma de se tratar essa questão era traçar então a relação entre os deveres éticos e a liberdade ética. O que nos leva a uma importante indagação: o que a liberdade em Kant nos propõe? A liberdade entendida como dentro dos limites socialmente constituídos através da aplicação das leis.

Percebemos que a ética kantiana é uma ética formalista. Quando o livre-arbítrio (aqui também chamado de autonomia da vontade) está condicionado á racionalidade eu tenho duas opções possíveis: o ético e o não-ético.

= Leis →        (OK)   →        Ética

Livre Arbítrio + Racionalidade

≠ Leis →        (X)     →        Não-Ética

A universalidade em Kant acaba gerando um legislador universal, tudo dentro de um processo de racionalidade. VONTADE+LEI=ÉTICA.

Uma leitura menos atenta do texto nos permitiria a seguinte constatação: que seria possível obter-se uma ética totalmente desprovida dos elementos empíricos. A ética kantiana é extremamente influente na filosofia até hoje. Além de sua parte pura, ou seja, baseada nos princípios a priori, esta ética recebe a influência da história e da antropologia no sistema moral kantiano.

Portanto é possível admitirmos uma ética impura que examina uma parte relevante da experiência dentro de um estudo empírico do homem, da cultura e da natureza humana que por sua vez exigem a determinação a priori de um sistema de deveres. A antropologia moral trata das condições subjetivas presentes na natureza humana que auxiliam as pessoas a cumprir as leis de uma metafísica dos costumes. No entanto esta proposição é negligenciada, pois alguns comentadores de Kant acreditam que a ética independe da antropologia.

Para finalizar a apresentação do grupo surgiu uma questão interessante. Existe Liberdade sem lei em Kant? A resposta é não. Quanto maior o montante de responsabilidade perante a lei o sujeito assume dentro de sua vontade maior a liberdade que ele gozará. Logo, a liberdade em Kant carece de uma lei que a garanta.

Anúncios

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Arquimago
    ago 08, 2010 @ 17:29:42

    Domingo a tarde, fazendo trabalhos da faculdade de pedagogia… agora um texto filosófico inesperado!

    A cidade parada e sonolenta do lado de fora…

    Acho que nunca tive um domingo tão cerebral!

    É bom, só queria estar com outro espírito…

    Mas usando do texto, pelo que entendi Kant diz que liberdade é igual a ter vontade de respeitar a lei, lei essa que foi estabelecida pela própria sociedade em algum grau concordou que tal conjunto de valores, fossem considerados lei?

    Se entendi errado, tudo bem, se entendi já vejo como é quase impossível fazerem leis que todos respeitam por completo , já que questão historico-regionais fazem das concepções legais algo muito abrangente.

    Por mais que exista uma ética universal ele seria realmente aplicada da mesma forma, em cada situação, por todos da mesma forma?

    Bem melhor voltar para os meus trabalhos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: