Top 5: Os monstros que eu mais gosto de usar.

 

 

Minhas aventuras de fantasia medieval têm sempre alguns monstros padrões que vira e mexe aparecem. São criaturas que eu acredito serem verdadeiros “hors-concours”. Uma aventura minha não pode ficar sem pelo menos um deles. O motivo eu explico em cada categoria.

 

5° Lugar: Licantropos.

Desde o mais comum dos lobisomens amaldiçoados pelo brilho da lua, até os terríveis e territoriais homens-urso bárbaros, passando pelos homens-rato xamãs urbanos do esgoto das grandes cidades medievais, os licantropos são sempre uma boa pedida de um nível de desafio interessante.

A sua simples presença pode ser o plot geral da história. Na minha aventura “O casamento de Matheril” os jogadores devem ajudar a clériga Matheril que se casaria com o ranger Esválio. O problema é que Esválio foi caçar nas florestas e ainda não voltou e a festa começa em alguns dias! Depois de enfrentar alguns monstros errantes os jogadores descobrem (ou não) que Esválio foi transformado num lobisomem. Um clássico para sacanear seus jogadores.

4° Mortos-vivos burros

O que pode ser mais desesperador que hordas e hordas de mortos-vivos burros vindo em sua direção? Seus feitiços acabam, seus pontos de vida são depauperados, e nem o clérigo consegue dar conta de todos eles. Não existe local seguro. Não existe onde se esconder. Apenas pequenas pausas no horror inexorável do avanço das criaturas sem cérebro.

Uma aventura clássica é a “Ilha perdida nas névoas” em que os jogadores são contratados para escoltar uma princesa até a sua terra natal via barco. No caminho são atacados por piratas e ficam à deriva até que, depois de passar por um nevoeiro suspeito, desembarcam numa ilha.

A ilha se parece com uma colônia humana. Torres de vigia observam vazia e silenciosamente as praias abandonadas. O lugar está todo abandonado em sem sinais de luta. É como se todo mundo simplesmente parasse o que está fazendo e fosse embora. Na busca por suprimentos os jogadores encontram uma torre com sinais de luta. Lá eles descobrem a terrível verdade: a ilha foi amaldiçoada e a noite, todos os que morreram nela retornam como mortos-vivos que só voltam a descansar quando matam todos na ilha.

3° Humanóides malignos

Goblins, orcs, trolls, trasgos, hobgoblins, e todo o resto. Essas criaturas são as melhores buchas de canhão que existem. Mercenários sempre ávidos por fortuna, donos de moral torpe e praticamente nenhum escrúpulo, eles são a mão de obra mais barata que um bandido em níveis baixos pode conseguir.

Na clássica aventura de D&D The goblin’s Lair é isso que nós temos. Lançada em 1992, ela é a segunda aventura do pacote de expansão do AD&D 2ª edição. As outras aventuras que se passavam no mundo de Thunder Rift eram: Dragon’s Den, e Haunted Tower. Os jogadores são lançados contra o Goblin King e seus exércitos durante sua tentativa de conquistar Thunder Rift.

Esta expansão incluía três livretos de 16 páginas cada, três mapas totalmente coloridos e alguns personagens prontos. A caixa oferecia três aventuras distintas que poderiam ser jogadas como aventuras “stand alone” ou como aventuras conectadas.

Se você não sabe como esses bichos podem ser malignos, baixe esta aventura.

2° Lugar Organizações secretas com agendas para alguma coisa.

A primeira vez que vi uma organização secreta que dava mesmo medo foi na série clássica do Zorro que passava na Record, no programa do Agente G. Na série, Zorro estava à volta com um inimigo invisível e cheio de aliados chamado simplesmente de Águia. Os agentes do Águia pareciam estar em todos os lugares. Imagine uma sociedade iluminati que controla grandes rumos do mundo…

1° Lugar: Seres Humanos.

Sim, nós. Somos as criaturas mais malignas e odiosas de todo o multiverso. Os vilões perfeitos para qualquer ocasião. Drows? Mindflyers? Dilma? Não… nada disso se compara á humanidade. Os melhores monstros de todo o universo conhecido – e desconhecido também.

 

Anúncios

1 comentário (+adicionar seu?)

  1. Arquimago
    out 10, 2010 @ 13:29:36

    Concordo em genero numero e grau com a primeira opção!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: