Faça seu próprio Supernatural RPG

Como rolar aventuras de sobrenatural moderno usando aquilo que você já tem na sua casa?

 

Antes de mais nada o que é esse lance de sobrenatural moderno? Bom, é justamente o que o nome diz ou sugere. Pegar algum tema sobrenatural clássico e jogar esse material no mundo moderno, adaptando-o para a maneira como costumamos ver tudo no mundo moderno. Ainda não ficou claro? Ok, façamos assim: pegue o mito do vampiro clássico e coloque-o no mundo moderno diante de filmes de ação como Aventureiros do Bairro Proibido, Matrix e séries como La Famme Ninkita e você vai achar alguma coisa como Buffy, a Caça-vampiros. Pegue todos os monstros que fariam o seu sangue gelar em qalquer filme dos anos oitenta e noventa, adicione rock and roll e personagens “lindinhos/carismáticos” e você tem Suprenatural.

Agora que você já sabe do que estamos falando vamos para a receita. Para fazer este material estou me guiando por um dos melhores settings deste estilo. Acredito até que ele foi visionário em suas predições sobre o tema, cerca de dez anos atrás. Estou falando do cenário “shadow chasers”, contido no livro d20 modern de  Bill Slavicsek, Jeff Grubb, Rich Redman, e Charles Ryan, publicado inicialmente em 2002.

 

O que você vai precisar:

  • O seu sistema favorito – desde que ele comporte aventuras no mundo moderno.
  • Dados
  • Lista de personagens coadjuvantes
  • Uma história

 

Ajuste-se

Pense em um mundo sobrenatural moderno onde os personagens lutam contra seres sobrenaturais malignos. Coisas como vampiros e lobisomens parecem populares estes dias. Pense neles e pense em suas lendas. Como elas funcionariam hoje? Cruzes funcionariam? Balas de Prata? Um MP3 tocando Lady Gaga a todo volume espntaria um lobisomem? Vampiros podem ser mortos por uma estaca de madeira para o coração? Certifique-se que as regras sejam claras para todos. Encoraje os jogadores a fazer perguntas antes de começar a resolver os detalhes e as incoerências com as regras.

 

Faça seu próprio roteiro

Para que o seu mundo seja consistente e excitante de jogar você precisa de uma história. Você precisa de um vilão que todos adoram odiar. Crie uma história que explique porque o vilão virou o que é hoje, a origem de seus poderes, o que eles querem e quais seus planos para obter o que desejam. Pode ser que os vampiros sejam predadores da humanidade desde sempre, mas hoje eles querem apenas despertar o grande lorde adormecido dos vampiros que vai consumir toda a humanidade. Ou quem sabe eles querem apagar ou diminuir os poderes do sol, para que possam andar livremente durante o dia.

 

Quem são os personagens?

Comece trabalhando com idéias de como os personagens se meteram ou vão se meter nesta confusão toda. Estabeleça conexões entre os personagens, desde as mais óbvias (pai e mãe, irmão e irmã) até as nem tão óbvias assim… pergunte sempre: como este personagem se conecta com a história que eu quero contar?

 

Ponha reviravoltas na sua história

Seja imprevisível de tempos em tempos. Coloque mudanças que obriguem os jogadores a repensarem as ações e os destinos de seus personagens. Pense na surpresa que foi quando Darth Vader disse a Luke Skywalker: Luke, eu sou seu pai. Isso é que é reviravolta na história.

Vai ver a presença dos vampiros é algum tipo de selo que mantém a humanidade a salvo de uma invasão de demônios. Daí se c matar muitos deles, vai ter de lidar, cedo ou tarde com uma horda de demônios enlouquecidos.

 

Mantenha o ritmo.

Deixe as coisas misteriosas o bastante para que os jogadores tenham interesse em saber como as coisas vão se desenrolar, mas ao mesmo tempo não faça a sua história tão complicada que ninguém seja capaz de seguir. Pense na cagada que fizeram com séries promissoras, como Lost e Smallville e você vai saber do que estou falando. Se for complicado demais, seus jogadores vão perder o interesse.

 

Por fim…

Deixe que as ações dos jogadores e não um rolamento ruim de dados decida a história.

 

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. ellayne
    mar 15, 2011 @ 23:18:42

    atuaalmente vampiros andam a luz do dia e são perseguidos por donzelas. Lobisomens andam sem camisa mesmo durante a crise no Japão…

    Na verdade me deu uma saudade do mal e velho Drácula…kkkk

  2. Talude
    mar 16, 2011 @ 00:20:29

    Filosofia do Do-It-Yourself (e não falo propriamente do FUDGE). Não há nada melhor, sério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: