Desafio RPG – Dia 28

RPG que eu achei que não ia gostar mas acabei amando

Eu devo ser um cara muito sortudo, porque até hoje só joguei RPGs que eu gostei e que me identifiquei com o tema. Por isso só consigo me lembrar de uma vez que eu joguei um RPG que eu achei que não ia gostar mas acabei amando. E este danado foi um alternativo caseiro chamado “A grande chance”.

A premissa dele é simples: você acaba de sair da cadeia, depois de cumprir pena. Você sabe de um grande golpe que vai acontecer nos próximos dias e foi chamado para participar. O lance é que você tem de mostrar que é digno de estar lá e tem de conseguir pelo menos 100 mil dólares em pouco mais de duas semanas. Se conseguir, esta dentro do golpe e poderá terminar com mais de um milhão na conta, nome limpo, e vivendo num paraíso sem extradição de volta para os EUA.

O meu personagem era um informante conhecido como “Ratt”. Eu achei que ia ser bem idiota, mas acabei adorando. A mesa interagiu bem e a premissa do jogo mostrou-se bem mais interessante. Tudo era realizado na base de testes de 2d6 + modificadores contra dificuldades fixas. Rolou que eu não consegui os 100 mil, mas foi divertido do mesmo jeito.

Perdi contato com os autores deste livro. Se você for um deles, entre em contato, por favor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: