Notas sobre o cenário sem nome

Notas sobre o cenário sem nome

Mecânicas

Raças: apenas humanos. Existiram as etnias terrestres básicas e as miscigenações, mas elas não vão dar nenhum bônus de atributo. A customização vai ser a partir do “Gift”: um sistema de pontos onde você pode escolher colocar coisas diferentes no seu humano como orelhas pontudas, visão noturna e coisas assim. Além do preço normal que se paga por ser “dotado” o personagem sofre automaticamente preconceito de alguma forma por parte da população.

Magia: sim. Um cenário medievalesco que não tenha nenhuma magia não é algo que eu consigo lidar. Vou usar uma variante dos pontos de magia que vi num dos livros de D20 que eu possuo. Não vai haver diferença entre magias divinas e arcanas. Clérigos vão usufruir de poderes especiais chamadas “bênçãos”.

Estilo geral: D20 SRD. Atributos, testes de perícia, salvamentos e níveis variando de1 a 20.

Rolamentos: 1d20 ou 3d6. Provavelmente todos os danos vão ser baseados em d6.

Classes: sem classes. Ainda não sei como vou implementar isso, mas acredito que vou ter classes básicas (esqueletos) que representam os três arquétipos mais comuns da fantasia medieval (o guerreiro, o arcano e o especialista) e a partir daí o jogador coloca as “peças” para criar “classes” únicas.

Vantagens e bônus: depende de duas coisas, onde a pessoa foi criada e onde ela foi educada. Uma pessoa criada por uma família de caçadores à beira mar teria bônus em natação, pescaria e coisas afins.

Armas: Baixa idade média/Império romano – nada de bestas e armas desse tipo.

Armaduras: Redução de dano (sem aumento de CA)

Talentos: ???

 História:

Antigo Império Élfico, descendentes de dragões. Humanos eram escravos. Retorno dos dragões, rebelião élfica, guerra. Fim do mundo conhecido. Humanos renascem como “senhores do mundo”

Ressentimento com magia, menos magia de cura. Curandeiros costumam ser sacerdotes.

O cenário deverá ser fechadoem si. Umailha. Entre os perigos temos algumas feras pré-históricas, golens, animais gigantes, gigantes, dragon-kins, e coisas do gênero. Não vai haver raças humanóides inteligentes.

Deuses: os nove, baseados na cabala.

Classes sociais determinadas e dificuldade de mudança social.

Bom, foi isso que rascunhei até agora. Não tem muita coisa, eu sei, mas já dá uma idéia do que eu quero trabalhar. O projeto inicial é um PDF com 64 páginas com tudo para jogar (cenários + regras + ficha).

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Álvaro o Bardo
    mar 13, 2012 @ 13:56:46

    interessante, acho que conan poderia servir como grande inspiração

  2. Daniel Paes Cuter
    mar 13, 2012 @ 21:52:15

    Eu tenho uma ideia de sistema, mas misturando vários sistemas D20, na verdade OGL, juntando inclusive títulos nacionais,

  3. valberto
    mar 14, 2012 @ 00:21:10

    E vc tem como me mandar essa idéia?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: