Cinco ideias de aventura para vampiro: a máscara.

Muitos narradores de primeira viagem (e alguns de longa data) ficam meio perdidos no universo punk gótico de vampiro: a máscara e acabam sem ideias para o que rolar na próxima aventura. Sendo assim, estreando as postagens do Lote do Betão para 2013, estou colocando cinco ideias de aventuras (plots) para que os narradores trabalhem em cima.

Esses plots não são histórias completas, mas sim ideias para ou pontos de partida para a sua sessão de jogo ou quem sabe, se você souber esticar bem uma ideia, até mesmo uma campanha.

Boa parte destes plots foram usados em minhas próprias aventuras.

1. O falso príncipe.

Os jogadores recebem uma carta sem remetente ou e-mail anônimo. A mensagem fala que o príncipe da cidade não é aquele que clama ser. O atual príncipe é um farsante. A fonte anônima avisa que se a informação sobre o falso príncipe for revelado, o grupo poderá estar em grande perigo. Os jogadores podem não levar a informação à sério, mas o príncipe (seja ele legítimo ou não ) pode começar a caçar os que receberam tais cartas.

Qual é a real identidade do falso príncipe? Como ele tomou o lugar do antigo príncipe e assumiu sua identidade? Ele faz parte de um grupo em busca de poder, é uma marionete de inimigos de fora da cidade ou apenas alguém com poder para fazer o que está fazendo? E o mais importante: o que o falso príncipe quer com a cidade? Como os jogadores vão revelar o esquema do falso príncipe? Quem é o informante misterioso?

2. A noite dos caitiff mortos

Os Caitiffs são a escória da comunidade vampírica. Não são vistos como indivíduos, a não ser que demonstrem poder e valor. Mas mesmo o conselho da cidade não pode ignorar o fato de Caitiffs serem encontrados mortos, noite após noite. Alguém está sistematicamente eliminando os Caitiffs da cidade e em pouco tempo a contagem de corpos sobe a níveis bem alarmantes.

Se um dos jogadores for um Caitiff ele é automaticamente um alvo.  Mesmo que não sejam, é possível que algum figurão passe para ele s a missão de encontrar o assassino e dar fim nele. Não que Caitiffs sejam grande coisa, mas alguém, ou alguma coisa está solta por aí, matando membros deliberadamente. É uma afronta que a sociedade vampírica, os predadores supremos da noite, não pode suportar.

Mas nunca as coisas são como parecem. Os jogadores descobrem que o assassino é um vampiro muito poderoso, antigo e com muito status que recentemente mudou-se para a cidade. Ele é velho demais para satisfazer sua sede com humanos comuns e deve nutrir seu corpo com vitae. Caitiffs são os alvos mais fáceis numa cidade da Camarilla.

O que o grupo vai fazer quando encontrar o responsável pelo Massacre Caitiff? Eles não podem partir para o confronto direto, pois o vampiro é muito é muito poderoso. O vampiro pode até mesmo colocar a culpa dos assassinatos nos jogadores, demandando novas vítimas (que o grupo vai ter de providenciar) antes que o vampiro parta desta cidade para outra. Se os vampiros levarem as provas que coletaram ao príncipe, eles correriam algum tipo de perigo ou seriam bem vistos pela sociedade? Quem sabe este vampiro poderoso possa até mesmo seduzir os jogadores, com uma verdade dura: não se pode aumentar o poder sem que alguns pecados (no caso aqui a Diablerie) sejam cometidos.

Os jogadores vão revelar o esquema do ancião ou vão se tornar seus vassalos? O que a Camarilla pode pensar  de uma situação assim?

3. O Mestre Desaparecido

Um carniçal busca a ajuda do grupo, pois seu mestre está desaparecido. Ele desapareceu algumas noites atrás sem deixar qualquer rastro. O carniçal está realmente preocupado e ele não sabe mais a quem recorrer – ele sabe que seu mestre e os personagens têm uma relação cordial. O desaparecido não freqüenta as altas rodas da sociedade e seu desaparecimento não chamou a atenção das autoridades.

O que aconteceu com o Lorde desaparecido? É trabalho do grupo descobrir. A busca pode levar a diferentes desdobramentos, de acordo como o narrador conduza a trama:

3.1 – Um vampiro rival seqüestrou e aprisionou o vampiro desaparecido. O seqüestrador na verdade é outra vítima: ele está sendo chantageado por um outro vampiro, mais poderoso, que quer sua a área de caça de ambos.

3.2 – Um caçador ou grupo de caça está na cidade e o mestre desaparecido está:

a) capturado e mantido cativo num laboratório móvel para experimentos sobre vampiros. Ele deve ser localizado, libertado e os dados da pesquisa devem ser destruídos, assim como os caçadores, para manter a segurança da máscara.

b) morto. Os caçadores conseguiram eliminar o vampire mestre. Agora oq eu fazer com os caçadores e com o carnical, agora órfão de mestre?

4. A Tropa de Choque do Sabá

De tempos em tempos o Sabá gosta de organizar pequenos grupos de ataque para vandalizar as cidades controladas pela Camarilla. O desaparecimento do vampiro é reflexo do trabalho de um desses grupos (ele pode estar morto, ferido, aprisionado, em torpor ou apenas escondido). O grupo agora é o próximo alvo da Tropa de Choque, que vinha seguindo o carniçal na esperança que ele os levasse a outros membros.

5. Deverás ser livre, afinal.

O falso príncipe, o desaparecimento de Caitiffs, o carniçal em apuros, a investigação… nada disso é real. Tudo não passou de um teste que os Anciões da cidade ofereceram aos jogadores para que eles provassem que não são mais meras crianças da noite e são capazes de resolver seus problemas sozinhos. Tudo é como se fosse uma grande cerimônia de iniciação, para que o grupo possa mostrar seu valor ao Príncipe da cidade.

Palavras finais

Seguindo o credo da ordem doas assassinos: “nada é verdade, tudo é permitido”, sinta-se livre para usar essas informações, modificando-as da forma que achar melhor. Pode ser que, misturando as opções você tenha aventuras que durem o bastante para se tornarem campanhas. Algumas memoráveis. Boa sorte e boa noite.

10 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Aline Sampaio
    jan 09, 2014 @ 07:21:08

    Post muito bom.. Ajudou muito eu como narradora novata.. Mas queria saber aonde achar inspiração para uma história maior? Já que essa é a primeira vez que eu narro…

  2. valberto
    jan 09, 2014 @ 08:06:41

    Que bom que gostou Aline. Aconselho vc a dar uma navegada pelo blog. Tem muita coisa de Vampiro espalhada por aí. Acho que vc vai achar algumas ideias adicionais.

  3. Leandro Souza
    jul 12, 2014 @ 01:13:01

    boas idéias, não sei se já jogou a versão eletrônica de vampiro, mas achei várias influências, me corrija se estiver errado.
    mas gostei mesmo, me abriu a mente de qualquer forma, até porque eu estava pensando em usar a influência do jogo para narrar

  4. valberto
    jul 12, 2014 @ 09:07:29

    Oi Leandro,

    Não, nunca joguei a versão eletrônica da vampiro. Mas fico feliz que o texto tenha servido para você alargar seus horizontes. Volte sempre que quiser.

  5. João Mário
    nov 14, 2014 @ 12:05:33

    Muito bom amigão. Sério mesmo. São bem simples, mas muito boas de querer jogar. Não sei se teve dificuldade em pensar nessas histórias, mas eu não conseguiria pensar em umas coisas dessas.
    Tomara que faça mais postagens. MEUS PARABÉNS.

  6. RenanGarrido
    abr 14, 2015 @ 18:46:24

    Gostei cara! ficou mto bom! Para ideias iniciais é uma otima base, ate porque rola um bom drama, coisas que pra vampiros é mtu bom!..

    Eu jogo a muito tempo ja, vampiros, Lobisomem e mago fazendo muitos crossovers, e essas ideias iniciais sao otimas pra varias Cronicas em diferentes tipos de sistema!

  7. valberto
    abr 17, 2015 @ 09:56:52

    Que bom que vc gostou. Não atualizo mais o site como costumava fazer, mas apareça sempre que quiser.

  8. Felipe
    jan 29, 2016 @ 16:43:26

    Boa tarde. Meu nome e Felipe joguei Vampire por longos 17 anos e o mais bacana e que só joguei joguei com 3 personagens ( assamita, lassombra ) bom o fato e que só joguei e voltei a ativa agora so que narrando e foi de grande ajuda seu site.
    Parabéns

  9. valberto
    jan 29, 2016 @ 17:52:20

    Que bom que pude ajudar de alguma forma.

  10. Thiago Braga
    dez 05, 2016 @ 11:53:55

    cara, muito bom esse post, estava pensando em voltar a narrar pra uns amigos, com jogadores novatos junto, excelente inicio pra uma aventura.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: