A mão argenta (the silverhand) de Skyrim para D&D 5e.

A mão Argenta

A Mão Argenta é uma organização paramilitar devotada em caçar e exterminar lobisomens. Naturalmente são os maiores inimigos do Círculo Interno, grupo dos mais renomados guerreiros dentro dos companheiros, já que muitos deles são lobisomens.

A origem sangrenta

O nascimento do grupo é incerto, mas especula-se que ele tenha pouco mais de 20 anos de atuação em Skyrim. Uma das “lendas” mais conhecidas é que seu fundador é um ex-Vigilante de Stendarr, cuja família foi morta por lobisomens. Brennor de Solitude tinha sido Vigilante por 30 anos, quando numa de suas missões apaixonou-se por uma mulher redguard. Ele então deixou o grupo e fixou-se com a esposa nas cercanias de Riften. Numa noite a sua pequena família estava em casa quando foram atacados por lobisomens. Brennor mal sobreviveu, mas sua esposa e dois filhos foram brutalmente assassinados. O ex-Vigilante voltou à ativa e reuniu mercenários para empreender sua vingança.

Entre ladrões

Manter a estrutura necessária para caçar lobisomens adequadamente (armas de prata, treinamento, comida e habitações) consumiu rapidamente os poucos recursos de Brennor. Com o passar do tempo ele foi “fechando os olhos” para as pilhagens e roubos que o crescente bando cometia a fim de se manter. “É tudo para um bem maior” justificava ele quando tinha que empreender roubos ou saques.

O tempo foi passando e a influência de Brennor no grupo foi diminuindo e sua nobre missão estava sendo deixada de lado pelos membros mais jovens. Células cada vez mais independentes e agindo com meios cada vez mais brutais. Roubos, assaltos, sequestros e até mesmo tortura de pessoas inocentes (erroneamente confundidas como lobisomens) acabaram por despertar a atenção das autoridades. No final, aos olhos das autoridades, a Mão Argenta não passava de apenas mais um bando de bandidos que aterrorizavam as estradas de Skyrim.

Quando viu o que seu grupo tinha se tornando e toda a dor que a sua sede de vingança tinha trazido Brennor tentou desmantelar a organização. Mas era tarde demais. Um redguard de nome Krev, o peleiro interrompeu a reunião e matou Brennor em combate, assumindo a liderança do grupo.

Atualmente

O grupo hoje se espalhou por toda Skyrim e tem pequenas bases em praticamente todos os lugares. Normalmente ocupam pequenas fortalezas ou ruínas abandonadas e montam lá suas sedes. Alguns pontos amplamente conhecidas são o Dente de Faldar (no Rift), a Rocha de Gallow (em Eastmarch), e as ruínas do Forte Fellhammer (em Winterhold).

Krev continua o líder do grupo. Ele comanda com a mente astuta de um caçador.

Estrutura

A Mão Argenta se organiza em pequenas células mais ou menos autônomas que respondem ao comando de um líder local. Estes, por suas vezes, respondem diretamente a Krev, como seus comandados.

Cada célula tem entre 10 e 30 membros. Usam sempre armaduras de pele ou couro batido. Suas principais armas são armas feitas de prata, especialmente criadas para ferir e matar lobisomens: adagas, lanças, espadas longas e até flechas. A fim de evitar que contraiam acidentalmente a licantropia muitos deles carregam frascos da poção de curar doenças.

O grupo é composto majoritariamente por guerreiros, rangers e ladinos. Não existem arcanos ou clérigos em suas fileiras, mas especula-se que seja apenas uma questão de tempo que o tamanho do grupo atraia esse tipo de gente. Humanos, elfos da floresta e meio-orcs são as raças mais comuns.

Membro de Mão Argenta

Humanóide médio (humanos, elfos e meio-orcs), qualquer alinhamento não-leal.

Classe de armadura: 12 (armadura de couro), Pontos de vida: 11 (2d8 + 2), Deslocamento: 9m

FOR 11 (+0) DES 12 (+1) CON 12 (+1) INT 10 (+0) SAB 10 (+0) CAR 10 (+0)

Sentidos: Percepção passiva 10

Idiomas: Comum

Desafio: 1/8 (25 XP)

AÇÕES

Espada Longa (de prata). Ataque corpo-a-corpo: +3 para acertar, alcance de 1,5m, um alvo. Dano: 6 (1d8 + 1) dano por corte.

Adaga (de prata). Ataque corpo-a-corpo: +3 para acertar, alcance de 1,5m, um alvo. Dano: 3 (1d4 + 1) dano por corte.

Arco longo (flechas de prata). Ataque à distância: +3 para acertar, alcance 45/180m, um alvo. Dano: 5 (1d8 + 1) dano por perfuração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: